sexta-feira, 27 de junho de 2014

Achados e perdidos

Estava aqui organizando meus arquivos no computador e encontrei várias imagens perdidas e que não foram pulicadas, algumas porque as próprias fotos não ficaram boas, outras porque na época achei que não eram relevantes o suficiente, ou ainda porque retratam lááá o comecinho dos meus trabalhos e por isso não retratam o meu melhor. Mas achei que convinha mostrá-los por aqui também, já que, além de fazerem parte da história da Fábrica de Ternuras (since 2009, rs!), revelam justamente este percurso no tempo e no meu aperfeiçoamento. É legal lembrar que houve um início e que as coisas foram melhorando com o tempo... Além das fotos dos trabalhinhos propriamente ditos, separei algumas outras relacionadas a esse mundinho aqui. Que fique registrado!


Primeiramente me interessei por papel, cola e tesoura... cheguei a fazer um álbum inteiro de scrapbooking sob encomenda, mas não fotografei. Ainda bem que tenho ao menos algumas fotinhos de páginas que fiz para mim:



Foi por causa dessas flores de papel acima que eu acabei inventando a Fábrica de Ternuras. Ao descobrir a margarida de tecido, me apaixonei e fiz vááários vasinhos. O jeito foi colocá-los à venda!



Outros trabalhinhos antigos:



Bom, meus primeiros clientes, como é de se esperar, foram a família e os amigos. Depois, comecei a participar de uma feirinha de artesanato todos os domingos. Eu me divertia muito! Saudades!



Cantinho craft e bagunça de trabalho:



Também encontrei duas fotos de uma oficina VIP (para 3 participantes apenas) em que eu ensinei a fazer a corujete, foi bem legal. E outra de uma tia-cliente com borboletinha na bolsa:



Mais uma corujete perdida que também quer aparecer:



Por fim, alguns cliques que eu fiz na antiga casa dos meus pais:


Nenhum comentário: